sábado, 30 de abril de 2011


Esther Hicks

Autoajuda

A experiência da canalização

As pessoas me perguntam frequentemente “Esther, como é para você?
Como é a experiência dos Abraham para você?”.

Quando Jerry e eu começamos nosso trabalho com os Abraham, de vez em quando nós ouvíamos falar das experiências dos outros com a interação deles com as “entidades não-físicas”.
E como as deles raramente pareciam se igualar com as que eu estava tendo com os Abraham, eu perguntava aos Abraham:
“Por que eles contam estas mentiras?"

Os Abraham respondiam, de novo e de novo:
“Não compare sua experiência com a de ninguém.
Pois não há duas iguais”.

Assim, já que você pergunta tão freqüentemente, lhe explicarei isto a partir de minha perspectiva, mas você tem que prometer não comparar às experiências de outros ou com sua própria experiência, porque eu realmente vim a entender que não há dois de nós tendo a mesma experiência.

Quando me levanto na plataforma no começo de cada segmento de seminário, estou ciente de você a partir de minha perspectiva.
Reconheço meus amigos.
Estou ciente de sua excitação e, às vezes, de sua frustração.
Vejo suas faces.
E sinto meu sentido habitual de consciência do eu porque meus cabelos nunca ficam do jeito como eu queria que eles ficassem.
(Estou trabalhando nisto) (Não melhorando o cabelo, mas não me preocupando se não o faço).

Quando fecho meus olhos para convidar os Abraham a se unirem a nós, sempre digo em minha mente "Abraham, estou pronta se vocês estiverem.
Quero falar claramente, suas palavras”.

E naquele momento um sentimento amistoso, amoroso, calmo, se move através de mim e um sentido de absoluto Bem-estar me envolve.
É uma sensação que desejo para todo mundo no planeta.
Deve ser o que o absoluto Bem-estar é.
Deve ser o que a felicidade é.
Parece-se como amor líquido.

Quando os Abraham abrem meus olhos e se dirigem ao grupo, toda a consciência de mim desaparece.
Um sentimento de alegria, confiança, avidez, e compreensão de todas as coisas me transpassam, e minhas próprias palavras me acariciam como se fluíssem através de mim.

Embora eu ouça cada palavra que vem de minha boca, não estou no modo de escutar.
É muito mais uma experiência de sentimento para mim, do que qualquer outra coisa. É um sentimento poderoso, interessante e divertido.

Quando os Abraham olham através de meus olhos, você se parece diferente de quando eu o olho.
O lugar é mais sobre luz e sombras do que as coisas que meus próprios olhos geralmente vêem.
Quando os Abraham escolhem, da multidão, e seleciona você do grupo, não tenho nenhuma consciência visual da pessoa que eles escolheram.
É como se aquela pessoa se acendesse.

Os Abraham estão escolhendo em resposta à Energia, ao invés da mão que está balançando agitadamente para chamar a atenção deles.

E, é claro, não tenho nenhum modo de saber qual é a completa consciência dos Abraham sobre os indivíduos no grupo, pois tenho senso de que estou traduzindo, mas uma pequena fração dela a cada vez.

Sei disto quando você está sentado na “cadeira da responsabilidade”* em que você tem a atenção integral dos Abraham.
E amo o sentimento de amor e compreensão deles que fluem através de mim em resposta a você.

Em mais cem páginas, eu não poderia definir adequadamente esta experiência surpreendente com os Abraham.
Mas, por favor, saiba quão abençoada eu me sinto por ser uma parte deste extraordinário processo.
Nós amamos muito você e somos gratos por cada dia que nós, e você, e os Abraham, estamos tendo esta prazerosa experiência co-criativa.

Nosso amor,
Jerry & Esther

Do Boletim Trimestral, Abr/Maio/Jun/2001
(A Message from Jerry & Esther: Apr/May/Jun 2001)
Publicado em http://www.abraham-hicks.com/journal.php?eid=351
Tradução: Luciene Lima, Sao Paulo, SP, Brasil

Esther Hicks

Autoajuda

A experiência da canalização

As pessoas me perguntam frequentemente “Esther, como é para você?
Como é a experiência dos Abraham para você?”.

Quando Jerry e eu começamos nosso trabalho com os Abraham, de vez em quando nós ouvíamos falar das experiências dos outros com a interação deles com as “entidades não-físicas”.
E como as deles raramente pareciam se igualar com as que eu estava tendo com os Abraham, eu perguntava aos Abraham:
“Por que eles contam estas mentiras?"

Os Abraham respondiam, de novo e de novo:
“Não compare sua experiência com a de ninguém.
Pois não há duas iguais”.

Assim, já que você pergunta tão freqüentemente, lhe explicarei isto a partir de minha perspectiva, mas você tem que prometer não comparar às experiências de outros ou com sua própria experiência, porque eu realmente vim a entender que não há dois de nós tendo a mesma experiência.

Quando me levanto na plataforma no começo de cada segmento de seminário, estou ciente de você a partir de minha perspectiva.
Reconheço meus amigos.
Estou ciente de sua excitação e, às vezes, de sua frustração.
Vejo suas faces.
E sinto meu sentido habitual de consciência do eu porque meus cabelos nunca ficam do jeito como eu queria que eles ficassem.
(Estou trabalhando nisto) (Não melhorando o cabelo, mas não me preocupando se não o faço).

Quando fecho meus olhos para convidar os Abraham a se unirem a nós, sempre digo em minha mente "Abraham, estou pronta se vocês estiverem.
Quero falar claramente, suas palavras”.

E naquele momento um sentimento amistoso, amoroso, calmo, se move através de mim e um sentido de absoluto Bem-estar me envolve.
É uma sensação que desejo para todo mundo no planeta.
Deve ser o que o absoluto Bem-estar é.
Deve ser o que a felicidade é.
Parece-se como amor líquido.

Quando os Abraham abrem meus olhos e se dirigem ao grupo, toda a consciência de mim desaparece.
Um sentimento de alegria, confiança, avidez, e compreensão de todas as coisas me transpassam, e minhas próprias palavras me acariciam como se fluíssem através de mim.

Embora eu ouça cada palavra que vem de minha boca, não estou no modo de escutar.
É muito mais uma experiência de sentimento para mim, do que qualquer outra coisa. É um sentimento poderoso, interessante e divertido.

Quando os Abraham olham através de meus olhos, você se parece diferente de quando eu o olho.
O lugar é mais sobre luz e sombras do que as coisas que meus próprios olhos geralmente vêem.
Quando os Abraham escolhem, da multidão, e seleciona você do grupo, não tenho nenhuma consciência visual da pessoa que eles escolheram.
É como se aquela pessoa se acendesse.

Os Abraham estão escolhendo em resposta à Energia, ao invés da mão que está balançando agitadamente para chamar a atenção deles.

E, é claro, não tenho nenhum modo de saber qual é a completa consciência dos Abraham sobre os indivíduos no grupo, pois tenho senso de que estou traduzindo, mas uma pequena fração dela a cada vez.

Sei disto quando você está sentado na “cadeira da responsabilidade”* em que você tem a atenção integral dos Abraham.
E amo o sentimento de amor e compreensão deles que fluem através de mim em resposta a você.

Em mais cem páginas, eu não poderia definir adequadamente esta experiência surpreendente com os Abraham.
Mas, por favor, saiba quão abençoada eu me sinto por ser uma parte deste extraordinário processo.
Nós amamos muito você e somos gratos por cada dia que nós, e você, e os Abraham, estamos tendo esta prazerosa experiência co-criativa.

Nosso amor,
Jerry & Esther

Do Boletim Trimestral, Abr/Maio/Jun/2001
(A Message from Jerry & Esther: Apr/May/Jun 2001)
Publicado em http://www.abraham-hicks.com/journal.php?eid=351
Tradução: Luciene Lima, Sao Paulo, SP, Brasil

Aprenda a dar o melhor de si.


Leila Navarro

Motivação

Aprenda para dar o melhor de si

Diante de poucos empregos e da grande concorrência no mercado, é cada vez mais necessário dar o melhor de si, não só para se manter em seu emprego, mas principalmente para alçar novos vôos e destacar-se.

Então, que tal parar para pensar e analisar o que você pode fazer para dar o melhor de si ou o que pode fazer para ir além do que você já faz? Todas as habilidades e competências que você tem podem melhorar sempre, mas para isso você terá de avaliá-las periodicamente.

Primeiro liste quais são as suas habilidades. A nossa valorização interna é diferente da valorização que os outros fazem de nós, portanto, compare como você se vê com a maneira com a qual as pessoas que te conhecem bem vêem você. Peça para elas listarem as suas habilidades também. Atente que os profissionais mais eficientes são os que têm um bom autoconhecimento e, conseqüentemente, um equilíbrio entre a percepção que têm de si mesmos e as percepções que os outros fazem de si.

Em segundo lugar, procure centralizar suas ações e esforços nas principais habilidades que você encontrou em ambas as listas e que são fundamentais para o desenvolvimento do seu trabalho. Analise para descobrir quais delas precisam passar por um processo de melhora e o que você pode fazer para que isso aconteça.

Você conseguirá assimilar os novos conhecimentos decorrentes das suas ações, a respeito das suas habilidades, se torná-los realidade. A experiência faz parte da aprendizagem, portanto, anote as melhoras que você for obtendo em cada uma das habilidades que você eleger para aprimorar.

O seu papel é de se auto-ajudar para ter outro ponto de vista diante das situações profissionais, questionando-se e encontrando as respostas dentro de você mesmo para tomar as suas próprias decisões e planejar suas ações.

Dica:

Assim como as empresas fazem seus Planos de Negócios para orientar as ações necessárias para o desenvolvimento, que tal você fazer o mesmo? Já pensou em fazer um “Plano de Melhora” para orientar as ações necessárias para a sua performance e carreira? Encare a sua carreira como um negócio, como o seu maior empreendimento.

Vale aqui colocar que você não pode deixar de fora do seu “plano de melhora” as reações que você tem de forma espontânea e automática nas situações cotidianas e que não envolvem o seu trabalho.

Às vezes estamos tão absortos na nossa rotina e deveres profissionais que deixamos isso fora do trabalho. Eu acredito que isso seja um erro, até porque é a sua espontaneidade, originalidade que o faz ter um diferencial competitivo no ambiente profissional. Alie sua espontaneidade com suas habilidades, dentro do seu “plano de melhora” para encontrar a sua excelência profissional e enfraquecer, ou quem sabe neutralizar, as suas debilidades.

Por Leila Navarro, palestrante.

NATURALMENTE SAUDÁVEL.: IMPORTANTE.

NATURALMENTE SAUDÁVEL.: IMPORTANTE.: "Amigos(as) Para sábado no CINE-FILOSÓFICO teremos o filme – AS 7 LEIS ESPIRITUAIS DO SUCESSO, com participação especial de OLIVIA NEWTON JO..."

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Retirado do site www.fronteirasdaciencia.com.br ..obrigado Everaldo Melo Colombi.


Agradecimento do Mentalista
(programa com o Dr.Everaldo de Melo Colombi)
Agradeço Senhor de todo o meu coração a possibilidade de estar vivendo por mais um dia nesta maravilha que é o Universo criado por ti.
Agradeço Senhor por abrir os meus olhos e poder enxergar as variedades de cores com que tu ornamentastes este lindo lugar.
Agradeço Senhor por poder ouvir todos os tipos de sons que chegam neste exato momento aos meus ouvidos.
Agradeço Senhor por poder sair da cama me locomovendo através das minhas próprias pernas.
Agradeço Senhor por poder ter descansado nessa cama que me deu guarida e sob um teto que me protege.
Agradeço Senhor pela água abundante que correndo pela natureza chega até dentro de casa, saciando a minha sede.
Agradeço Senhor o café da manhã que me dá sustento para iniciar uma maravilhosa jornada.
Agradeço Senhor pela segurança que tenho em confiar na tua presença, independentemente do frio ou do calor que faz lá fora.
Agradeço senhor pela minha maravilhosa família cujo sangue dos nossos ancestrais continuam impulsionando corações repletos de esperança.
Agradeço senhor pelo meu santo trabalho profissional ou doméstico através do qual consigo o meu sustento e realização.
Agradeço senhor pelos meus amigos e conhecidos que me ajudam de alguma forma a ir encontrando o caminho correto para atingir a paz, o amor e a felicidade.
Agradeço Senhor pela certeza de que quando anoitecer, encostarei de novo a minha cabeça no travesseiro e direi: este dia valeu a pena.
Agradeço, enfim, pela inabalável fé de saber que onde eu andar não estarei só, pois tenho a certeza que tu, me ouves e me vês – Adoro-te com profunda reverência.
[autor desconhecido]
 PAZ, SAÚDE E PROSPERIDADE.

domingo, 24 de abril de 2011

Michel Teló - Fugidinha - OFICIAL

Um novo Amor exige atenção.

Jael Coaracy

Autoajuda

Um novo amor exige atenção, esforço, responsabilidade.

Por: Jael Coaracy

Os relacionamentos que alguém tem refletem o seu relacionamento primeiro, aquele que cada pessoa mantém consigo própria. Não há como escapar ou fugir. Portanto, se não estiver bem com você, arregace as mangas e faça o trabalho necessário.

Assim como toda casa precisa de uma grande limpeza antes de receber pintura e mobília novas, você também precisa abrir as portas e janelas internas para deixar o ar e a luz entrarem.

E então limpar, selecionar o que deseja manter e descartar o que irá para o lixo. Roupas sem uso ocupam lugar no armário e amassam aquelas que você gosta de vestir.

O mesmo ocorre com os sentimentos e emoções que ficam cobertos pelo mofo emocional.

Antes de partir para um novo relacionamento, prepare o terreno, cultive as sementes que desejar colher. Permita que o seu interior reflita a sua beleza e acolha seus sonhos e seus desejos.

Fonte: vaidarcerto.com.br

A coragem de viver.

Daniel C. Luz

Motivação

A coragem de viver, acima das dificuldades

Você nunca realmente perde até parar de tentar.
Mike Ditka

Se me pedissem que desse um único conselho que fosse mais útil para a humanidade, seria este: espere alguma dificuldade como uma parte inevitável da vida, e quando ela chegar fique com a cabeça erguida, olhe-a direto nos olhos e diga: - Eu vou ser maior do que você.Você não pode me derrotar". Ann Landers

A história costuma exaltar os indivíduos que chegaram ao topo ou que, de alguma forma, tornaram o mundo melhor. Seria um erro acreditar que nossos heróis calcularam cada movimento, encaixando deliberadamente cada peça do quebra-cabeça da vida.

Na realidade muitos deles enfrentaram mudanças - inesperadas ou indesejadas - que exigiram muita coragem. Mesmo assim, eles não deixaram que as circunstâncias os impedissem de atingir seus objetivos.

Enfrentar algumas das mais duras realidades da vida requer coragem. Winston Churchill via na coragem um ponto de partida. Ele disse: A coragem é a primeira entre as qualidades humanas, porque é a qualidade que garante todas as outras". Ele não estava falando apenas de coragem em termos épicos - aquela associada a personalidades famosas e grandes acontecimentos - mas da coragem do dia-a-dia.
"A vida é dura... e nem sempre é justa. Mas isso não quer dizer que ela não possa ser boa, gratificante e prazerosa."

Mais do que qualquer outra coisa, coragem é uma decisão. É a decisão de ir fundo e em busca do nosso próprio caráter, de achar a fonte de nossa força quando a vida nos decepciona. É a decisão que temos de tomar se queremos nos tornar plenamente humanos.

Ludwig Van Beethoven é um dos nomes mais conhecidos da história da música. Nascido em 1770 em Bonn, na Alemanha, filho de um tenor e músico da corte, o jovem Beethoven não levava uma vida luxuosa. Aos oito anos ele fez sua primeira apresentação em público como pianista. Apesar do talento prodigioso, Beethoven era maltratado pelo pai dominador, rabugento e bêbado, que o forçava a tocar para divertimento de seus amigos.

Quanto mais o velho Beethoven tentava conciliar o ciúme que sentia do talento do filho com o desejo de que ele fosse bem sucedido, mais ele se tornava violento. Em 1787, Beethoven partiu rumo a Viena para estudar com os mestres. Ignorante quanto aos costumes da alta sociedade e descuidado com a própria aparência, ele não se entrosava com os sofisticados músicos Vienenses.

Mesmo assim, logo ganhou fama de pianista brilhante. Quando sua estrela começava a subir, a morte de sua mãe obrigou-o a voltar para Bonn, onde assumiu a responsabilidade de ajudar a família. Ao retornar a Viena alguns anos mais tarde, Beethoven buscou orientação com Haydn e outros compositores proeminentes da época, como Albrechtsberger e Salieri. Logo, ele estava criando sinfonias e executando suas próprias composições ao piano.

Quando tudo parecia dar certo, algo começou a dar muito errado: aos trinta e poucos anos, Beethoven começou a ter problemas de audição. Um distúrbio inicialmente sutil foi piorando rapidamente até que, em poucos anos, ele ouvia apenas sons distorcidos e não conseguia distinguir qualquer som alto. A cruel ironia da situação - o músico que não podia mais ouvir a própria música - levou Beethoven ao desespero profundo.

Embora não pudesse continuar a tocar, Beethoven não dobrou suas partituras e procurou isolar-se do mundo. Ele sabia que ainda podia compor. E dedicou-se a compor sob uma perspectiva ainda mais complexa e apaixonada. Esse fôlego renovado resultou na terceira sinfonia, a Heróica, que agitou o mundo da música.

Paradoxalmente à medida que sua audição se deteriorava, sua música florescia. Ele concluiu dois de seus maiores trabalhos - a Quinta e a Sexta Sinfonia - em 1808, e em 1823 compôs a Nona Sinfonia. Inspirado no grande poema de Schiller, Ode à Alegria, a Nona Sinfonia personificou os ideais do Iluminismo, desde a declaração de independência até a ciência emergente da era industrial. Escrita por um compositor quase completamente surdo é considerada uma das maiores obras de arte já realizadas.

Se Beethoven tivesse se deixado subjugar pela perda auditiva, ele e o mundo teriam perdido um importante marco para o progresso humano. Por sorte, a natureza concedeu-lhe uma dádiva tão preciosa quanto seu gênio musical: a coragem de enfrentar mudanças devastadoras, recusando-se a deixar seu talento murchar por causa de um golpe do destino.

O teólogo Paul Tillich definiu este tipo de coragem como a verdadeira coragem, que consistia em dizer sim à vida apesar da dor e de todas as dificuldades que fazem parte da existência humana. Ele disse que era preciso demonstrar coragem diariamente para encontrar algo definitivamente positivo e significativo, tanto a respeito da vida como de nós mesmos.

A vida é dura... e nem sempre é justa. Mas isso não quer dizer que ela não possa ser boa, gratificante e prazerosa. Ainda há muitas razões para dizer sim à vida.

Por:Daniel C. Luz
Autor dos livros Insight I e Insight II DVS Editora

Vale a pena visitar www.regressaodememoria.com.br ...lá você pode baixar livros,emuito mais.

Reflexão


Pois a população que habitava este reino, quase em sua maioria costumava frequentemente pedir e reclamar à sua Majestade, o Rei Midá. Um belo dia o Rei Midá, cansado de ouvir tantas reclamações, resolveu usar os seus poderes de majestade...

Baixar o powerpoint com som


  • Moeda Cósmica Moeda Cósmica Moeda Cósmica
  • Essa História se deu nos anos... onde só se ouvia falar em Rei Midá Rei Midá
  • pois a população que habitava este reino, quase em sua maioria costumava frequentemente pedir e reclamar à sua Majestade, o Rei Midá.
  • Um belo dia o Rei Midá , cansado de ouvir tantas reclamações, resolveu usar os seus poderes de majestade, onde tudo o que ele tocava Virava Ouro ,
  • e desde então passara a ter muito trabalho, porque os seus habitantes eram numerosos e a Extensão do seu Planeta era Imensa .
  • Logo ele lembrou de suas crianças que estavam sempre a nascer e sentiu que precisava fazer algo por elas,
  • foi aí que ele viu que não adiantaria somente transformar tudo em ouro, ou emitir mais e mais moedas, fazendo com que seus filhos passassem a ficar mais dependentes, deixando de usar os seus poderes como Filhos Criadores .
  • Logo então, decidiu com um comunicado informar aos seus habitantes, seus filhos da Luz, que se reunissem todos em praça pública,
  • porque lá estaria ele presente em sua carruagem para anunciar a, que seria implantada a Nova Moeda Cósmica para o bem de toda a população de seu Planeta. Grande Nova desta Era de Ouro
  • No dia marcado lá estavam todos presentes, prontos com seus Corações Puros e Cheios de Amor , com a presença de toda mídia.
  • Aí chegou a Sua Majestade , tocando a consciência de todos os habitantes do planeta e resgatando assim suas memórias esquecidas, trazendo todas as lembranças das gerações passadas de que todos eram seus filhos e com Direitos Iguais .
  • E por isso, deste dia em diante, a Moeda Cósmica passaria a ser no Agora que É , o Compartilhar com todos os Irmãos , a troca de todos os seus frutos de trabalho, de Criações e de Amor, de Um para com o Outro .
  • Essa Explosão de Consciência foi tão Grande que só se ouvia falar nas Rádios Cósmicas e na Banda Cósmica Infinita,
  • o Quão Grande era a Alegria do Espírito e de Deus Pai Mãe Grande Sol Central por verem em seus filhos o efeito produzido em ondas de Amor
  • Moeda Cósmica de Pedro Gomes Moreira Moeda Cósmica Música: Caribbean Blue - Enia Imagens: Fotos da Internet Moeda Cósmica Formatação: Pedro e Rosangela [email_address] [email_address]

quarta-feira, 20 de abril de 2011

SE A SEMEADURA É LIVRE A COLHEITA ´E OBRIGATÓRIA........ retirado do www.vaidarcert.com.br

Desenvolvimento pessoal | Motivação
Compreendendo a lei da causa e do efeito
Somos a causa e o efeito dos nossos pensamentos e ações. Aquilo que colocamos em movimento confere a frequência em que vivemos. Em vez de sintonizar com a negatividade, escolha uma atitude positiva. Colhemos o que plantamos.
Jael Coaracy
Todos estamos sujeitos às leis que regem a vida no planeta. Independentemente do fato de termos, ou não, conhecimento delas, estamos submetidos a seus efeitos. E não há nada que possamos fazer para modificar isso.
A lei da gravidade, muito antes de ser formulada por Isaac Newton, já exercia a sua influência sobre todos os corpos na superfície do planeta. O mesmo acontece com as leis espirituais. Não é preciso acreditar nelas para que atuem em nossas vidas.
Vejamos a lei da causa e do efeito, também conhecida como lei do karma, destino ou fatalidade. Ela traz a oportunidade de sermos os construtores dos nossos destinos.  Para isso, precisamos aprender a plantar o que desejarmos colher.

Se a semeadura é livre, a colheita é obrigatória
Na natureza, conforme utilizarmos a força do vento e das águas, produziremos efeitos positivos ou destrutivos. O mesmo acontece na dimensão espiritual da vida. A comprovação disso está ao alcance de todos, o tempo todo.
A vida nos traz a oportunidade de rever nossas ações passadas menos boas, para repará-las com outros comportamentos e, assim, produzir efeitos mais próximos do que buscamos para nossas vidas.
Quem plantar laranjas não pode esperar colher cerejas. Com atenção, esforço, responsabilidade, todos podem aprender a selecionar o tipo de sementes que querem abrigar em seus pensamentos. Quando escolhemos o que vamos acolher em nossas mentes, impedimos que efeitos indesejáveis se manifestem em nossas experiências.

Abraham Hicks - A arte do alinhamento - Legendas PT BR

A história de um homem que não tinha tempo.

O VALOR DE UMA MULHER

PALESTRA MOTIVACIONAL parte 1