terça-feira, 30 de novembro de 2010

GRANDE MESTRA.........OBRIGADO PELO SEU LINDO TRABALHO...www.leilanavarro.com.br

Este Blog
Link daqui
 

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Você lida com suas emoções ou elas lidam com você?
“Se as emoções são inevitáveis, pois vivemos nelas,
vamos usá-las com maestria.”

Para mim, a Alba Emoting criada por Susana Bloch deveria ser considerada a “Inteligência emocional avançada”, é uma metodologia física, prática e direta que desenvolve precisamente as habilidades que são necessárias para uma boa maestria emocional. Pois, hoje em dia, além de manejarmos nosso próprio estado de ânimo, temos que saber manejar o estado de ânimo da equipe, da empresa e, as vezes, até de um país.
Encontrei na Alba Emoting um método eficaz e eficiente de “Gestão dos Estados de Animo”. É uma ferramenta poderosa que desenvolve a maestria emocional facilitando a comunicação do ser humano independente de sua etnia, valores culturais, gênero, etc… pois este metodo se usa de um sistema que é por definição universal, apsicológico, abilógico, acultural e ahistórico, as “Emoções Básicas” .
A Alba Emoting é um método que permite a toda pessoa conectar-se fisicamente com suas 6 emoções básicas (alegria, tristeza, raiva, medo, erotismo e ternura) através de formas precisas de respirações, posturas corporais e expressões faciais, que vão além das palavras. É uma possibilidade de reconhecer as emoções genuinamente, sem confusão, como as expressões das crianças .
A partir deste reencontro com o essencial, podemos voltar a observar e compreender melhor as complexas emoções mistas, as surpreendentes emoções sublimes e as angustias, neuroses e depressões.
O método foi inicialmente focalizado nos atores, pois estes são considerados os atletas das emoções. E ainda que os atores são a exceção e o extremo, hoje em dia, graças a Alba Emoting, a regulação das emoções está também ao alcance de todos de uma forma simples, sem a intervenção mental.
Manejando a tríade especifica “respiração + postura + expressão facial”, podemos sair de um estado de raiva e conseguir a neutralidade e, ainda mais, trazer a você a ternura ou o erotismo; podemos combater a tristeza ou o medo paralisante e transformar em alegria mobilizadora.

Voce quer experimentar “Alba Emoting”?
Se tiver interesse escreva um e-mail para mim (leila@leilanavarro.com.br) para participar do workshop experimental, vivencial que estou preparando para fevereiro de 2011, uma possibilidade para percebermos de uma maneira prática e diferente as emoções em que estamos sem mergulharmos nelas e, assim, aprimorarmos a nossa autoregulação emocional.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Coragem de Camundongo




Diz uma antiga fábula que um camundongo vivia angustiado com medo do gato.
Um mágico teve pena dele e o transformou em gato. Mas aí ele ficou com medo de cão, por isso o mágico o transformou em pantera.

Então ele começou a temer os caçadores.



A essa altura o mágico desistiu. Transformou-o em camundongo novamente e disse:
- Nada que eu faça por você vai ajudá-lo, porque você tem apenas a coragem de um camundongo. É preciso coragem para romper com o projeto que nos é imposto. Mas saiba que coragem não é a ausência do medo, é sim a capacidade de avançar, apesar do medo; caminhar para frente; e enfrentar as adversidades, vencendo os medos...

É isto que devemos fazer. Não podemos nos derrotar, nos entregar por causa dos medos.

Senão, jamais chegaremos aos lugares que tanto almejamos em nossas vidas...

Autor desconhecido

Duas Escolhas




”Luis é o tipo de cara que você gostaria de conhecer”.
“Ele estava sempre de bom humor e sempre tinha algo de positivo para dizer”.
Se alguém lhe perguntasse como ele estava, a resposta seria logo:
“Ah.. Se melhorar, estraga”.
Ele era um gerente especial em um restaurante, pois seus garçons o seguiam de restaurante em restaurante apenas pelas suas atitudes.
Ele era um motivador nato.
Se um colaborador estava tendo um dia ruim, Luis estava sempre dizendo como ver o lado positivo da situação.
Fiquei tão curioso com seu estilo de vida que um dia lhe perguntei:
“Você não pode ser uma pessoa positiva todo o tempo”.
“Como faz isso” ?
Ele me respondeu:
“A cada manhã, ao acordar, digo para mim mesmo”:
“Luis, você tem duas escolhas hoje:
Pode ficar de bom humor ou de mau humor.
Eu escolho ficar de bom humor”.
Cada vez que algo ruim acontece, posso escolher bancar a vítima ou aprender alguma coisa com o ocorrido.
Eu escolho aprender algo.
Toda vez que alguém reclamar, posso escolher aceitar a reclamação ou mostrar o lado positivo da vida.
Certo, mas não é fácil - argumentei.
É fácil sim, disse-me Luis.
A vida é feita de escolhas.
Quando você examina a fundo, toda situação sempre oferece escolha.
Você escolhe como reagir às situações.
Você escolhe como as pessoas afetarão o seu humor.
É sua a escolha de como viver sua vida.
Eu pensei sobre o que o Luis disse e sempre lembrava dele quando fazia uma escolha.
Anos mais tarde, soube que Luis um dia cometera um erro, deixando a porta de serviço aberta pela manhã.
Foi rendido por assaltantes.
Dominado, e enquanto tentava abrir o cofre, sua mão tremendo pelo nervosismo, desfez a combinação do segredo.
Os ladrões entraram em pânico e atiraram nele.
Por sorte foi encontrado a tempo de ser socorrido e levado para um hospital.
Depois de 18 horas de cirurgia e semanas de tratamento intensivo, teve alta ainda com fragmentos de balas alojadas em seu corpo.
Encontrei Luis mais ou menos por acaso.
Quando lhe perguntei como estava, respondeu:
“Se melhorar, estraga”.
Contou-me o que havia acontecido perguntando:
“Quer ver minhas cicatrizes”?
Recusei ver seus ferimentos, mas perguntei-lhe o que havia passado em sua mente na ocasião do assalto.
A primeira coisa que pensei foi que deveria ter trancado a porta de trás, respondeu.
Então, deitado no chão, ensangüentado, lembrei que tinha duas escolhas:
“Poderia viver ou morrer”.


“Escolhi viver”!
Você não estava com medo? Perguntei.
“Os para-médicos foram ótimos”.
“ Eles me diziam que tudo ia dar certo e que ia ficar bom”.
“Mas quando entrei na sala de emergência e vi a expressão dos médicos e enfermeiras, fiquei apavorado”.
Em seus lábios eu lia:
“Esse aí já era”.
Decidi então que tinha que fazer algo.
O que fez ? Perguntei.
Bem. Havia uma enfermeira que fazia muitas perguntas.
Perguntou-me se eu era alérgico a alguma coisa.
Eu respondi: "sim".
Todos pararam para ouvir a minha resposta.
Tomei fôlego e gritei; “Sou alérgico a balas”!
Entre risadas lhes disse:
“Eu estou escolhendo viver, operem-me como um ser vivo, não como um morto”.
Luis sobreviveu graças à persistência dos médicos... mas sua atitude é que os fez agir dessa maneira.
E com isso, aprendi que todos os dias, não importa como eles sejam, temos sempre a opção de viver plenamente.
Afinal de contas,
“ATITUDE É TUDO”.

Duas Escolhas




”Luis é o tipo de cara que você gostaria de conhecer”.
“Ele estava sempre de bom humor e sempre tinha algo de positivo para dizer”.
Se alguém lhe perguntasse como ele estava, a resposta seria logo:
“Ah.. Se melhorar, estraga”.
Ele era um gerente especial em um restaurante, pois seus garçons o seguiam de restaurante em restaurante apenas pelas suas atitudes.
Ele era um motivador nato.
Se um colaborador estava tendo um dia ruim, Luis estava sempre dizendo como ver o lado positivo da situação.
Fiquei tão curioso com seu estilo de vida que um dia lhe perguntei:
“Você não pode ser uma pessoa positiva todo o tempo”.
“Como faz isso” ?
Ele me respondeu:
“A cada manhã, ao acordar, digo para mim mesmo”:
“Luis, você tem duas escolhas hoje:
Pode ficar de bom humor ou de mau humor.
Eu escolho ficar de bom humor”.
Cada vez que algo ruim acontece, posso escolher bancar a vítima ou aprender alguma coisa com o ocorrido.
Eu escolho aprender algo.
Toda vez que alguém reclamar, posso escolher aceitar a reclamação ou mostrar o lado positivo da vida.
Certo, mas não é fácil - argumentei.
É fácil sim, disse-me Luis.
A vida é feita de escolhas.
Quando você examina a fundo, toda situação sempre oferece escolha.
Você escolhe como reagir às situações.
Você escolhe como as pessoas afetarão o seu humor.
É sua a escolha de como viver sua vida.
Eu pensei sobre o que o Luis disse e sempre lembrava dele quando fazia uma escolha.
Anos mais tarde, soube que Luis um dia cometera um erro, deixando a porta de serviço aberta pela manhã.
Foi rendido por assaltantes.
Dominado, e enquanto tentava abrir o cofre, sua mão tremendo pelo nervosismo, desfez a combinação do segredo.
Os ladrões entraram em pânico e atiraram nele.
Por sorte foi encontrado a tempo de ser socorrido e levado para um hospital.
Depois de 18 horas de cirurgia e semanas de tratamento intensivo, teve alta ainda com fragmentos de balas alojadas em seu corpo.
Encontrei Luis mais ou menos por acaso.
Quando lhe perguntei como estava, respondeu:
“Se melhorar, estraga”.
Contou-me o que havia acontecido perguntando:
“Quer ver minhas cicatrizes”?
Recusei ver seus ferimentos, mas perguntei-lhe o que havia passado em sua mente na ocasião do assalto.
A primeira coisa que pensei foi que deveria ter trancado a porta de trás, respondeu.
Então, deitado no chão, ensangüentado, lembrei que tinha duas escolhas:
“Poderia viver ou morrer”.


“Escolhi viver”!
Você não estava com medo? Perguntei.
“Os para-médicos foram ótimos”.
“ Eles me diziam que tudo ia dar certo e que ia ficar bom”.
“Mas quando entrei na sala de emergência e vi a expressão dos médicos e enfermeiras, fiquei apavorado”.
Em seus lábios eu lia:
“Esse aí já era”.
Decidi então que tinha que fazer algo.
O que fez ? Perguntei.
Bem. Havia uma enfermeira que fazia muitas perguntas.
Perguntou-me se eu era alérgico a alguma coisa.
Eu respondi: "sim".
Todos pararam para ouvir a minha resposta.
Tomei fôlego e gritei; “Sou alérgico a balas”!
Entre risadas lhes disse:
“Eu estou escolhendo viver, operem-me como um ser vivo, não como um morto”.
Luis sobreviveu graças à persistência dos médicos... mas sua atitude é que os fez agir dessa maneira.
E com isso, aprendi que todos os dias, não importa como eles sejam, temos sempre a opção de viver plenamente.
Afinal de contas,
“ATITUDE É TUDO”.

www.radiomundial.com.br......conhecendo seus comunicadores.


Carlos Florêncio

Avalie este comunicador:

Apresentador do programa: Consciência Máxima

Carlos Florêncio é professor, escritor, terapeuta, coaching e autor de CDs de meditação (Equilíbrium, Chama Violeta e Energia Rosa). Desde 1985, ministra palestras, conferências e cursos de desenvolvimento pessoal em organizações e empresas em várias cidades do Brasil, Portugal e Inglaterra . Entre seus clientes se destacam: Nokia Brasil, LG-Eletronics e OAB.Viveu na Inglaterra, onde desenvolveu sua formação acadêmica, e em Portugal. Hoje reside em São Paulo e presta atendimento aos seus clientes na sua clínica Zendoâ.

Instituiu e compôs o seu método terapêutico de PHVIDA® – Processo Holístico de Vida, SEEâ – Sistema de Equilíbrio Energético e T.H.â - Terapia Holográfica. Dotado de percepção extra-sensorial, utiliza-se desse seu dom para analisar e interpretar a Aura e os Chakras, detectando assim qual Chakra ou Chakras estão bloqueados e qual é a área da consciência a ser tratada. Profundo conhecedor da consciência humana, conduz e religa as pessoas ao seu verdadeiro propósito evolutivo.

Através da leitura da Aura e dos Chakras, Carlos Florêncio informa, com precisão, qual o propósito de aprendizado evolutivo da pessoa, o que traz de vidas passadas para ser compreendido, o que deve modificar e revela como a pessoa se encontra na sua vida neste momento. Este processo de conscientização gera um esclarecimento sobre qual conduta deve ser assumida. São gravados em CD exercícios de visualização exclusivos, que irão atuar no desbloqueio de padrões inconscientes de auto-sabotagem de cada pessoa. Carlos canaliza vibrações energéticas que potencializam e equilibram as energias interiores, proporcionando bem-estar e saúde. Baseados no desenvolvimento de valores, suas técnicas ajudam a ultrapassar, com clareza e confiança, dificuldades que atrasam o desfrutar de uma conquista harmônica na vida.

O PHVIDA é um método terapêutico que promove o desenvolvimento das potencialidades interiores. Baseado no desenvolvimento de valores, ajuda a ultrapassar, com clareza e confiança, as dificuldades que atrasam nossas conquistas.Este método terapêutico foi criado para que todos encontrem a sua essência individual. Assim, os indivíduos passam a conduzir a vida com uma realidade mais abrangente sobre a realidade em que vivemos e com plena consciência dos impactos positivos e negativos de suas atitudes.Por meio deste método, é possível descobrir, em cada participante, o que é necessário mudar e qual é a forma correta para que possamos nos beneficiar das experiências anteriores. Assim, aproveitamos nossas vivências como fatores de conhecimento para desenvolver nossa sabedoria de atuação na vida.

Telefone: (11) 3487- 0817
E-mail: contato@carlosflorencio.com.br
Site: www.carlosflorencio.com.br