quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Conheçam o trabalho lindo de www.siriamaria.com.br, eu agradeço sempre por suas informações.

Toda semana eu descrevo aqui o artigo apresentado em meu programa de domingo na Rádio Mundial. Acompanhe !

O artigo desta semana é:
Nossa Alma pede para ser curada



Muitas vezes sem perceber, guardamos em nosso íntimo algumas coisas que nos causam mágoa, raiva e confusão.

Perdemos o contato com estas coisas e elas acabam sendo “esquecidas” no nosso porão interior. O que acontece é que elas continuam lá, atuando, fazendo com que nos tornemos medrosas, mimadas, magoáveis, etc, etc.... E assim passam a controlar tudo o que fazemos e como fazemos. E o que é mais interessante... A gente nem se dá conta!!!!

Passamos a ouvir, interpretar, enxergar, sob um prisma infantil, ou seja, as lembranças guardadas passam a controlar nossas vidas. Neste caso, é muito saudável compreender que nossa alma está pedindo para ser curada. Afinal, o ontem faz parte do passado e estas lembranças precisam de um tempo para que elas sejam reconhecidas, digeridas, dissolvidas, transmutadas.

Tudo que vivemos continuará atuando em nós se não tomarmos consciência, enaltecendo e acalentando nossas memórias tristes, nossos momentos de dor. Nossa Alma precisa, sim, ser curada. Para finalmente chegarmos ao presente, presentes. Somente desta maneira poderemos sentir a alegria de pertencer a nós mesmos e curarmos definitivamente nossas vidas.

Oração para todos os dias:

“Querido Divino Espírito Santo, Neste momento, não consigo me mexer.

Não sei o que fazer. Por favor, mexa-se através de mim, levando-me na direção que atenderá sua vontade com relação a mim.

Encha minha mente com os pensamentos que me guiarão naquela direção. Se eu tiver que falar, fale por mim. Se eu precisar ver algo, mostre-me onde olhar.

Se há algo que devo escutar, por favor, sussurre em meu coração para que eu possa entender. Se eu parar, me empurre suavemente para além do medo e da dúvid

Confio em você para poder agir da forma mais adequada para o meu bem maior.

Eu te agradeço. E assim seja.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário